Inspector-chefe Eugénio Marão detido por agredir cidadãos na esquadra do Onga

O Inspector-chefe Eugénio Marão Comandante da esquadra do bairro Onga foi detido na tarde esta quarta-feira em Luanda por orientar supostamente agreção a cidadãos que terão violado as regras do estado de emergência decretado pelo Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, no âmbito do reforço das medidas de prevenção, de contenção e de combate à propagação do COVID-19.

Em pleno estado de emergência em Angola, de vários pontos do país chegam relatos de agressões a cidadãos por parte de agentes da ordem.

O activista cívico Jordam Muakabinza denuncia agressões na aldeia do Cuango, na província da Lunda Norte.

Em reação aos vídeos de agressões divulgados nas redes sociais, o comissário Waldemar José, porta-voz das forças de defesa e segurança, anunciou a detenção do comandante de uma das esquadras, denunciado num dos vídeos em que se pode ver vários cidadãos a serem agredidos.

O estado de emergência está em vigor desde o dia 28 de Março, como forma de evitar a propagação da pandemia do novo coronavírus.

O Decreto