Polícia liberta Nito Alves

Já está em liberdade o activista Manuel Chivonde Nito Alves, detido na madrugada deste domingo, 15, encontrado quase a sua residência quando este vinha do óbito do seu companheiro Inocêncio Matos assassinado pela polícia nacional na manifestação de 11 de Novembro.

Nito Alves tinha sido levado a esquadra de contentores localizada na Estalagem onde permaneceu até 8horas de Domingo.

O activista foi no dia 11 de Novembro vítima de espancamento policial que o levou ao internamento durante três dias no Hospital do Prenda.

Nito faz parte do grupo dos 17 activistas detidos em 2015, e acusados de planearem um golpe de Estado. Não estavam na posse de armas e, por isso, foram  considerados presos políticos por muitos.

O Decreto