Kamalata Numa alerta: UNITA não se vai responsabilizar com acções de militantes que estão “fartar-se” da campanha de “diabolização” do MPLA

A UNITA avisa que poderá não se responsabilizar por acções dos seus militantes que estão “fartos” da campanha de desinformação e “diabolização” contra o seu presidente Adalberto Costa Júnior.

Na sequência de uma reunião do Comité Permanente da Comissão Política da UNITA, convocada para discutir a questão, o general na reforma e secretário para os Antigos Combatentes, Abilio Kamalata Numa, acusa o MPLA de estar envolvido numa campanha de “combater até à exaustão a UNITA e o seu presidente…. comprando pessoas, apresentando-as na televisão”.

Numa afirma que os militantes do seu partido começam a reagir contra essa campanha.

“Voces viram o que aconteceu aqui na Viana, onde havia uma reunião e os militantes se organizaram e foram lá”, diz, em referência a um incidente em que militantes da UNITA impediram um encontro em que os seus organizadores pretendiam fazer acusações ao presidente da UNITA.

“Nós não nos vamos responsabilizar com o que possa acontecer”, assegura Kamalata Numa, que nega que a UNITA apoie esse tipo de acção, continuando a respeitar as leis e Constituição. “Mas os militantes também se fartam e nós não nos vamos responsabilizar com o que venha a acontecer”, reitera.

MPLA já reagiu

O Decreto

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.